novas ideias
construindo caminhos
Nome da ACE
Nome: Associação Comercial, Ind, Autônomos e Liberais de Lorena
Presidente: Ulisses Shinji Fucuda
Período de Mandato do presidente: 15/06/2018 - 30/04/2021
Site: http://www.acial.org.br
Fundação 09/06/1917
Nome Presidente
Presidente

A Associação Comercial, Industrial Autônomos Liberais de Lorena (ACIAL) foi fundada em 9 de junho de 1917. O município de Lorena foi lei provincial no. 21, de 24 de abril de 1841, sendo desmembrado do município de Guaratinguetá, ocupando uma área de 414 km2. A população estimada, em 2014, é de aproximadamente 86.000 habitantes.

Na busca de minas de ouro, os bandeirantes trilharam para Minas Gerais (então terra dos Cataguás) através do Rio Paraíba. No caminho, onde se encontra Lorena, o local de travessia ficou conhecido como Porto Guaypacaré, que em linguagem tupi significa “lugar das goiabeiras ou ainda braço ou seio da lagoa torta” (em virtude de um braço do Rio Paraíba ali existente na época). Nesse local, no final do século XVII iniciou-se o núcleo de povoação através das roças de Bento Rodrigues Caldeira, português de origem. O povoado foi instalado em 1705 com a construção da capela a Nossa Senhora da Piedade (hoje padroeira do município), tornando-se freguesia com tal denominação em 1718.

O nome Lorena oficializou-se em 14 de novembro de 1788, quando a freguesia elevou-se a vila, pelo decreto do então Governador de São Paulo, Bernardo Jose de Lorena e em 24 de abril de 1856, Lorena elevou-se a cidade, e no dia 20 do mesmo mês, dez anos depois, tornou-se comarca.

A Cidade das Palmeiras Imperiais foi bastante expressiva política e economicamente até a consolidação da República. Personalidades como o Conde de Moreira Lima, o Barão de Bocaina, a Viscondessa de Castro Lima, O Barão de Santa Eulália tiveram honrarias nos tempos do Império. O café e a cana-de-açúcar (bases da cultura latifundiária e escravocrata) foram às produções de destaque no período, fazendo parte, então, do corpo da tendência produtiva do Vale de Paraíba. O tropeirismo corroborou com o escoamento das produções preponderantes no Vale e caracteriza culturalmente a Região até hoje. A inauguração da Estrada de Ferro Central do Brasil em 1877, passando por Lorena, só veio contribuir para o desenvolvimento das culturas cafeeira e canavieira.

Com o fim da escravidão (1888) iniciou-se a mudança do padrão agrícola produtivo. Nos anos 70 desse século, o arroz passou a apresentar-se como uma das principais culturas de toda a região.

A ACIAL foi fundada em 1917, tendo como seu primeiro presidente José Leite Pereira Júnior. Foi a sexta Associação Comercial fundada no no Estado de São Paulo e foi a primeira Associação Empresarial que desde sua fundação sempre teve a classe feminina em sua diretoria.

A entidade por reconhecimento dos poderes públicos foi declarada de utilidade publica em 2 de abril de 1981 e passou a ter sede no ano de 1982.

Em 18 de março de 1996, através de alterações estatutárias, passou a ter a razão social alterada para ACIAL – Associação Comercial, Industrial, Autônomos e Liberais de Lorena.

Reafirma constantemente a missão de atuar em defesa do associativismo, promovendo o empreendedorismo e representando os empresários. Oferece diversos serviços de apoio ao empresariado, entre eles o SCPC, Central de Recuperação de Crédito, Certificação Digital e Origem, Planos de Saúde e Odontológicos, Campanhas e Eventos, ACCREDITO, Convênios de descontos, Assessoria Jurídica, Cursos, Seguros, dentre outros.