novas ideias
construindo caminhos
Nome da ACE
Nome: Assoc Coml Indl de Barretos
Site: http://www.acibarretos.com.br
Fundação 21/01/1936
Nome Presidente
Presidente

A Associação Comercial  e Industrial de Barretos (ACIB) foi fundada em 21 de janeiro de 1936. O município de Barretos foi criado pelo Decreto-lei de 8 de janeiro de 1897, a priori com o nome de Espírito Santo de Barretos, sendo desmembrado do município de Jaboticabal, ocupando uma área de 1.556 km2. A população estimada, em 2014, é de aproximadamente 118.000 habitantes.

A região foi desbravada por bandeirantes no século XVII. Contudo, é apenas no século XX que a região se desenvolveu e recebeu o nome de um provável povoador, Francisco José Barreto.

A fundação da ACIB ocorreu em uma época em que a sociedade brasileira passava por momentos cruciais de transição política e social. O principal motivo da fundação da entidade foi à necessidade da organização de comerciantes e industriais para em consenso estabelecer uma melhor coesão de ambas às classes. Também era necessária a orientação do registro de firmas nas diversas repartições, o encaminhamento de contratos e distratos, etc. 

Presidiram a ACIB: João Gai (provisório) – 1936; Gastão de Castro Leite – 1936/1943; 1948/1951; João Baroni – 1944/1945; Olivier Waldemar Heiland – 1956/1965; Abdala Ned Rezeck – 1966/1967; Antônio Francisco Scannavino – 1968/1969; Alcides Paula da Silva - 1970/1971; Ibraim Martins da Silva – 1972/1977; Antônio Amêndola – 1978/1979, 1980/1981; Franciso Assis Martins 1982/1983; Flávio Claro de Faria – 1984/1985; Garibalde Perini – 1986/1987; Domingos Sávio Freitas Baston – 1988/1989; José Marcelo Abrão Miziara – 1990/1991; Antônio Carlos Dal Porto – 1992/1993; Waldir Prata Aluani Lima – 1994/1995; Flávio Claro de Faria – 1996/1997; Domingos Sávio F. Baston – 1998/1999, 2000/2001; Manuel Alexandre Costa - 2002/2003, 2004/2005 - Luiz Carlos Silva - 2006/2007, 2008/2009 e André Ângelo Peroni - 2010/2011, 2012/2013 – Roberto Arutim.

A ACIB cumpre suas finalidades: pugnar pelos interesses da classe, desenvolver o espírito de solidariedade entre seus representados, promover a defesa do comércio e indústria junto aos governos municipal, estadual e federal, manter serviços para seus associados, dentre outras funções.