novas ideias
construindo caminhos
Nome da ACE
Nome: Assoc Coml Indle Agric Ribeirao Pires
Site: http://www.aciarp.com.br
Fundação 27/01/1960
Nome Presidente
Presidente

A Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Ribeirão Pires (ACIARP) foi fundada em 17 de março de 1960. O município de Ribeirão Pires foi criado pelo Decreto-lei estadual no. 2.456, de 30 de dezembro de 1953, sendo desmembrado do município de Santo André, ocupando uma área de 99km2. A população estimada, em 2014, é de aproximadamente 119.000 habitantes.

A região foi visitada por viajantes que seguinte do litoral para São Paulo de Piratininga no século XVI. No século XVII havia um povoado que se chamava Caaguaçu  que estava na rota de bandeirantes. Em 1714, com a construção da capela de Nossa Senhora do Pilar, o povoamento ganhou impulso. Contudo, o desabrochar da área se daria com a construção da Estrada de Ferro São Paulo Railway e a inauguração da estação de Ribeirão Pires e a chegada de imigrantes italianos.

Em 1960, um grupo de empreendedores se reuniram nas dependências do Ginásio de Esportes do Ribeirão Pires Futebol Clube, para a fundação da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Ribeirão Pires, tendo como primeiro presidente Arthur Gonçalves de Souza Junior.

Desde então a ACIARP esteve sempre levantando bandeiras a favor do empreendedor local e dos temas mais simples aos mais complexos. Evoluiu junto com a cidade. Implantou o Serviço de Proteção ao Crédito, passou pela ditadura e pelas tormentas de vários planos econômicos e foi a primeira entidade a ser presidida por uma mulher. 

Sempre em busca das melhores condições para o associado, hoje a ACIARP oferece inúmeros benefícios, dentre eles destacam-se: SCPC, o SICOOB, Clube de Benefícios, parceria com a FACESP no Cartão ACCREDITO, ADMIX e Certificado Digital. Estando presente e promovendo eventos para o fomento ao comércio na cidade, tais como: Rodadas de Negócios, Cafés Networks e “Consulte Seu Nome na Praça e In Company” (ação que visa informar, orientar e incentivar o consumidor local sobre a recuperação de crédito, auxiliando o comércio a receber os débitos e facilitando também futuras compras).