Twitter Facebook Instagram

Medidas de prevenção adotadas pelos consumidores são essenciais para normalização do comércio

Notícias 09 de junho de 2020

Para que Limeira consiga passar para a próxima fase do Plano São Paulo de liberação dos trabalhos, que foram interrompidos durante a pandemia da COVID-19, é preciso que haja o empenho de todos os empresários e, principalmente, da população. Este é um momento muito delicado, pois as medidas de segurança, higiene e outras recomendações dos órgãos de saúde, são a principal arma para o combate e controle do novo coronavírus.

Empreendedores comerciais e industriais já estão pondo em prática as medidas recomendadas, para garantir a segurança de seus trabalhadores e clientes. Por isso, agora cabe ao cidadão limeirense fazer a sua parte, estando consciente de suas obrigações dentro e fora das lojas e outros estabelecimentos.

O primeiro passo é evitar sair de casa sem necessidade, pois mesmo com a flexibilização, a situação ainda exige cuidado. Se uma pessoa necessita ir pagar uma conta ou realizar uma compra, deve ir sem nenhum acompanhante. No caso de famílias ou pessoas que dividem a mesma residência, estes devem se organizar para que apenas um morador saia para realizar todas as tarefas.

Ele deve sair de casa utilizando uma máscara de proteção, não retirá-la até o momento de retornar e usá-la de maneira correta, cobrindo totalmente nariz e boca. Evitar o seu manuseio diretamente, segurando-a pelos elásticos, pois é a máscara que retém todas as impurezas. Deve-se evitar também tocar em objetos, além de não coçar partes do corpo como olhos, boca e nariz, e se possível carregar um frasco com álcool em gel 70% para higienização das mãos sempre que necessário.

A dica é visitar os estabelecimentos em dias com menor movimento, e se possível, dando preferência pelo pagamento de contas via internet banking. Evitar aglomerações desnecessárias e, quando em uma fila, respeitar o distanciamento de no mínimo um metro e meio entre as outras pessoas. Caso encontre familiares, amigos e conhecidos, não deve fazer contato físico (beijos e abraços, por exemplo), e evitar conversas para que não haja aglomeração nas calçadas e praças públicas.

Ao entrar em uma loja, banco, casa lotérica e afins, é preciso manter todas as recomendações de higiene, distanciamento e uso de máscara. Muitos estabelecimentos estão trabalhando com sua capacidade reduzida, oferecendo aos seus clientes e visitantes álcool em gel 70% na entrada, além de não permitirem o acesso de pessoas sem a utilização de máscaras.

Todos precisam contribuir para que o vírus seja controlado e deixe de afetar ainda mais as vidas das pessoas e a economia do País. “Seguindo as indicações impostas pelas autoridades e tomando os devidos cuidados, além do gradual retorno à normalidade, preservaremos a saúde e o bem-estar das pessoas próximas e dos outros cidadãos. As empresas já estão fazendo a sua parte, esperamos agora que a população também colabore”, completa o presidente da ACIL, José Mário Bozza Gazzetta.

 

Desde já agradecemos pela divulgação e nos colocamos à disposição para mais informações.

Atenciosamente,


 

Parceiros

CACB SCPC SEBRAE Certisign