FACESP - Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo novas ideias
construindo caminhos
FACEP
Acesse o SAE

Sorocaba deve deixar de produzir R$ 287 milhões

Notícias 28 de abril de 2017

Enquanto o Brasil tenta atravessar uma crise econômica sem precedentes (nunca vista na “História desse País”), um verdadeiro feriado foi decretado pelas centrais sindicais para hoje (dia 28). O que se prevê para este dia de paralisação são comércios com as portas fechadas e quase ninguém nas ruas.

O resultado, segundo levantamento feito pela Associação Comercial de Sorocaba junto à Secretaria da Fazenda, será um prejuízo na ordem de R$ 287 milhões.

Já o valor aproximado que o comércio (atacadista, varejista, lojas de departamento, revendedoras de veículos e supermercados) deve deixar de faturar no dia de manifestações será de aproximadamente R$ 75 milhões.

“Quero deixar claro que a Associação Comercial é uma entidade que prima pela democracia. Porém, não pode compactuar com um movimento grevista neste momento em que o País começa dar sinais de melhora na economia. Além das perdas que serão contabilizadas pelo comércio, o que nos ‘chateia’ é o fato dos organizadores da greve não divulgarem esses números. Será um dia perdido, que não será mais recuperado pelo setor produtivo. Todos perdem. O empresário deixa de cumprir seus compromissos, o governo deixa de arrecadar, o trabalhador deixa de faturar com as comissões”, declara o presidente da Associação Comercial de Sorocaba, José Alberto Cépil.

Sobre a Associação

A Associação Comercial de Sorocaba, entidade de classe sem fins lucrativos, foi fundada em 20 de janeiro de 1922 e tem o objetivo de defender os interesses do comércio regional e o desenvolvimento nacional, além de representar seus associados, que reúne representantes dos setores industriais, comerciantes, agropecuaristas, prestadores de serviços e profissionais liberais.

Parceiros CACB Rede Verde Amarela SCPC SEBRAE