FACESP - Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo novas ideias
construindo caminhos
FACEP

Encontre sua AC

ACESSO PDO

Nota à imprensa AC Ribeirão Preto

Notícias 26 de junho de 2020

Sobre o anúncio do Plano São Paulo na tarde desta sexta-feira (26) e a permanência da cidade de Ribeirão Preto na zona vermelha, que mantém em funcionamento apenas serviços essenciais, a ACIRP informa que entende a decisão e mantém seu apoio aos protocolos sanitários elaborados pelo governo do Estado, porém lamenta a incapacidade ou falta de coragem para ir além.

Não basta fechar serviços considerados não essenciais sem que se apresentem alternativas viáveis, que respeitem, ao mesmo tempo, a integridade física do ribeirão-pretano e permitam ao empresariado sobreviver. Na prática, o poder público trancou a porta e jogou fora a chave.

Importante destacar que, de acordo com os dados divulgados pelo governo do Estado, Ribeirão Preto só seguirá no vermelho por um único motivo: o aumento do número de casos positivos que são, por sua vez, consequência do aumento da quantidade de testes realizados.

Os números do Comitê Estadual Covid-19 mostram desaceleração dos óbitos, das internações e da ocupação de leitos. Por essas variáveis, Ribeirão poderia voltar à fase laranja.

A ACIRP, dentro das suas limitações locais e regionais, busca cumprir o seu papel com os associados, empresariado e a cidade: a entidade tem preenchido as lacunas deixadas pelos governos e segue apresentando soluções que, ao menos, façam com que o empresariado local possa ter um alento.

A entidade defende, por exemplo, que o sistema ‘Take Out’, com a retirada de produtos nas lojas pelos clientes, seja implantado de imediato em todo o comércio, não apenas no setor de alimentação e atividades consideradas essenciais.

A Associação vem negociando com a Transerp a abertura de 20 bolsões de ‘Drive Thru’ nos principais corredores comerciais da cidade para que o comércio possa se organizar e manter sua atividade.

A ACIRP defende que a dimensão e a gravidade da atual crise socioeconômica exigem que se pense além do lugar-comum. É isso que fazemos, este é o nosso compromisso com os quase seis mil associados e é esta mesma conduta que se espera daqueles que regem e governam.

 

Parceiros CACB SCPC SEBRAE Certisign