Twitter Facebook Instagram

Programa Empreender será fundamental na retomada da economia, avalia Facesp

Notícias 30 de julho de 2020

A Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) avalia que o Programa Empreender será ainda mais fundamental no apoio às micro e pequenas empresas (MPEs) neste momento de busca por ações concretas que ajudem na retomada da economia. 

Uma oficina online foi realizada nesta semana para discutir o retorno do projeto - que reúne empresários de um mesmo segmento nos chamados núcleos setoriais. O evento contou com a participação de presidentes e diretores de Associações Comerciais, de Federações, da Confederação Nacional das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (CACB), além de representantes do Sebrae nacional. 

“Nunca o Empreender foi tão necessário na vida das micro e pequenas empresas”, avaliou Nelson Andujar, coordenador estadual do Empreender da Facesp. “O projeto fará a diferença, de maneira positiva, na retomada dos negócios e no reaquecimento da economia”, afirmou. 

Na avaliação de Andujar, São Paulo possui Associações Comerciais que após o incremento do Empreender, cresceram e se desenvolveram. “Ele pode ser implementado em ACs de qualquer tamanho, basta querer e se organizar para tal”, destacou o coordenador estadual, que acompanha a implantação do programa desde o início, em 2002. “Há Associações que modernizaram a estratégia de atuação e cresceram significativamente a partir da implantação do Empreender e é isso que queremos ver cada vez mais”, disse o coordenador.  

Dirigentes das ACs de José Bonifácio, de Ribeirão Preto e de Presidente Prudente estavam presentes na oficina. “São três Associações que se tornaram referência dentro do programa”, destacou Andujar. Também representaram a Facesp no encontro, o superintendente-geral da Facesp, Natanael Miranda dos Anjos, Marcelo Nunes, coordenador financeiro do Empreender da Facesp. 

AVALIAÇÃO e RETOMADA

Durante a oficina, momento em que houve o compartilhamento de ideias dos presidentes, diretores e coordenadores de todos os estados, o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick, destacou a importância da luta dos empresários por um país compatível com as atividades empreendedoras, que tem como porta-voz as Associações Comerciais. “Uma das grandes vantagens do Empreender é conectar a empresa à Associação Comercial, inserindo o empresário na cultura do associativismo”, complementa. 

O presidente da CACB, George Pinheiro, disse que o uso da tecnologia na execução do programa Empreender, neste período de pandemia, foi um diferencial. 

Coordenador executivo da CACB, Carlos Rezende, afirmou que a experiência dos núcleos setoriais do Empreender foi levada para outros países e continua a obter fortes resultados nas entidades brasileiras. A prova disso, segundo Rezende, foram os mais de 30 milhões de euros aplicados pela União Europeia na América Latina, por meio do programa AL-Invest 5.0, que teve como bases de execução os núcleos setoriais do Empreender.

 

 

 

Mais informações:

Cleber Lazo            

Assessoria de Imprensa Facesp

cleber.lazo@facesp.com.br

(11) 3180-3539

 

Sobre a Facesp: A Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), com 56 anos de existência, promove a união das "forças vivas" do Estado de São Paulo, estimulando os empreendedores paulistas a participar da vida política, econômica e social do Estado e do País. É uma entidade de âmbito estadual, com a missão de integrar o empresariado paulista por meio das Associações Comerciais de cada município, atuando em ações que tenham por objetivo a luta pelas liberdades individuais, o apoio à livre iniciativa, a unidade da classe empresarial e a garantia da democracia e do desenvolvimento. Atualmente, mais de 420 Associações Comerciais integram a Facesp e lutam, juntas, pela bandeira do empreendedorismo.

Parceiros

CACB SCPC SEBRAE Certisign