FACESP - Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo novas ideias
construindo caminhos
FACEP

Encontre sua AC

ACESSO PDO

Conselho da Mulher Empreendedora: como manter uma boa presença digital para atrair mais clientes

Notícias 20 de junho de 2017

No próximo encontro do CME, dia 23 de junho, a publicitária Emília Barreto explicará de que forma uma empresa pode se diferenciar no mercado por meio de estratégias de Marketing Digital

No Brasil, somos 102 milhões de internautas, o equivalente a 58% da população do país. O brasileiro fica conectado às redes sociais, canais de vídeos e portais de notícias em média 276 horas por mês e, pelo menos 55% dos consumidores com acesso à internet pesquisam online antes de comprar na loja. Os números reforçam o que todos já sabem: para qualquer empresa, ter uma presença digital eficiente é uma questão de sobrevivência. O que poucos sabem é como implantar estratégias de Marketing Digital que venham a ajudar um negócio de qualquer porte ou área de atuação a se posicionar no mercado e atrair a atenção dos seus clientes.

No encontro do Conselho da Mulher Empreendedora (CME), a ser realizado no próximo dia 23 de junho, a publicitária Emília Barreto, consultora na área de Marketing Digital e premiada por três vezes no exterior por sua atuação, apresentará a sua expertise sobre o tema, mostrando diferentes possibilidades de ações, inclusive para pequenos negócios. O evento ocorre das 8h30 às 10h30, na Sala da Presidência da Associação Comercial de Campinas.

A especialista explica que o primeiro passo é estar ciente de que, diferentemente da propaganda tradicional, em se tratando de Marketing Digital, é preciso ouvir os clientes também. Ou seja: não é só criar uma campanha e medir os resultados em vendas. Ouvir os clientes inclui maturidade da empresa em aceitar críticas, responder prontamente dúvidas, sugestões e reclamações.

Para dar início ao trabalho de Marketing Digital é necessário ter pelo menos um site, que, segundo Emília, não precisa ser imenso, mas deve ser responsivo e apresentar as principais informações sobre o seu negócio. Além disso, é importante pesquisar referências de empresas que já possuem uma presença digital importante, tanto para antever eventuais problemas quanto para ter ideias de como se posicionar nas redes e se comunicar com os clientes. Uma boa dica também é pesquisar sobre a presença digital dos concorrentes.

O consumidor atual, conectado e omnichannel, mudou o formato de sua jornada de compra, em grande parte devido à facilidade do mobile e dos aplicativos, o que impôs um novo desafio às empresas: se conectar e ele nos micromomentos em que ele está aberto a receber informações sobre marcas e produtos. Parece fácil, mas requer planejamento e estratégia para chegar até o cliente no momento e na dose exatos. Nem mais e nem menos.

Para conseguir essa conexão, o primeiro passo é pensar no tipo de público que se deseja atingir. Entender o máximo possível o que essas pessoas desejam, quais são suas necessidades e expectativas. “Quanto melhor conhecermos o público-alvo, melhor seremos capazes de planejar uma comunicação interessante”, explica Emília Barreto, responsável pela entrega de mais de 500 projetos para empresas como: 3M, Bridgestone, Adidas, Reebok e Monsanto.

O segundo passo é determinar objetivos específicos. Pensar, por exemplo, se queremos ampliar vendas ou tornar a marca mais conhecida e a partir disso, definir quais serão as plataformas que vamos usar para trazer os resultados esperados. “Aí é só planejar e implementar as ações, mensurando os resultados e fazendo ajustes, buscando sempre maximizar os resultados”, afirma a consultora.

De acordo com a especialista em Marketing Digital, não há uma fórmula que se aplique a qualquer tipo de negócio para a obtenção de uma boa presença digital. “Há tanta gente nas redes sociais de maneira geral que é complicado disputar a atenção com amigos de familiares de clientes potenciais nesses ambientes. Então, o que chama a atenção de verdade é uma estratégia diferenciada, que se traduz numa comunicação clara, bem posicionada, bem humorada quando for cabível e, sobretudo, que transmita os valores de uma marca humanizada, que ouve e compreende as dores de seu público”, esclarece Emília Barreto.

A publicitária ressalta que mesmo para empresas pequenas e médias, que não possuem grande capacidade de investimento, é possível se valer de uma comunicação criativa e que traga bons resultados para a marca. Além disso, há diversas ferramentas gratuitas para criação de vídeos, imagens e materiais digitais criativos que estão acessíveis para uso. Redes sociais são gratuitas e também existem ferramentas para criação de sites, vídeos, imagens personalizadas, ferramentas grátis para envio de newsletters e confecção de blogs grátis. Em casos de e-commerces, tudo depende da complexidade das vendas, mas há opções baratas para iniciantes, ainda que elas sejam limitadas do ponto de vista tecnológico.

Um aspecto importante destacado pela consultora é o de que, de maneira geral, a publicidade digital costuma ser mais barata que as mídias tradicionais, como jornais, revistas, rádio, TV e mídia exterior. Além disso, é possível mensurar com muita precisão os resultados de cada ação, saber exatamente quantas pessoas visualizaram um anúncio, quantas clicaram e/ou concluíram uma compra, por exemplo. “A compra online se tornou popular à medida que a segurança aumentou e o acesso à internet foi popularizado. Deste modo, é muito mais fácil criar um fluxo que leve o internauta de um anúncio à compra do que esperar que ele assista um comercial na TV e se dirija à loja ou ligue para efetuar a compra. Neste aspecto, acho que a internet leva vantagem, pois facilita a vida das pessoas”, afirma ela.

No caso de negócio local, por exemplo, uma estratégia de Marketing Digital eficiente pode ajudar de diversas maneiras a atingir o objetivo de vender mais. No caso de um e-commerce, a meta inicial pode ser direcionar internautas para a loja online por meio das redes sociais, de anúncios, e-mail marketing, cupons promocionais, sites, blogs e até de aplicativos. Em se tratando de uma loja física, é importante que o usuário a encontre facilmente ao pesquisar por um produto comercializado por ela. Neste caso, é imprescindível aparecer entre os primeiros resultados da busca no Google, seja através de anúncios ou busca orgânica.

Já para empresas que buscam ampliar sua área de atuação, o caminho é aproveitar todo o potencial da internet. Investir em sites novos, aplicativos e e-commerces, para atrair uma parcela de consumidores jovens e cada vez mais acostumados a comprar online. Para esses casos, aconselha Emília Barreto, é preciso criar campanhas específicas e direcionadas a fim de engajar o público desejado.

A palestrante

Publicitária, com MBA em Gestão Empreendedora de Negócios e especializações em Gestão de Projetos e Marketing de Luxo Emília Barreto é palestrante e consultora na área de Marketing Digital. Atuou por mais de 10 anos em empresas de grande porte como Bosch, CPFL, IBM e Lenovo, além de agências on e offline. Em Londres, respondeu pela gestão global de Marketing Digital para mais de 40 países e recebeu três prêmios por sua atuação. Lá, também trabalhou para uma rede social por dois anos e teve a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos sobre o uso de cada rede social. No Brasil, apresentou palestra na edição 2015 da Social Media Week, o maior evento de mídias sociais do mundo. Por meio de sua consultoria, Digii, ministra cursos na área de Marketing Digital.

O Conselho da Mulher Empreendedora

O Conselho da Mulher Empreendedora (CME) foi idealizado em 2015 pela vice-presidente da Associação Comercial de Campinas Adriana Flosi e é formado por mulheres inspiradoras que sonham alto e fazem acontecer. São mulheres líderes que estão empreendendo ou ocupam cargo de gestão.

O objetivo do CME é discutir temas extremamente inovadores relacionados aos negócios, além de proporcionar informações sobre como gerir e administrar melhor a empresa. Dentre os assuntos abordados nos encontros estão: Marketing Digital, Identidade Visual, Desenvolvimento Web, uso do LinkedIn para negócios, planejamento de Marketing para PMEs, Gestão de Processos, Finanças, Inteligência Emocional e Liderança e outros.


--
Fernanda Grael
Imprensa
fernanda.grael@acicampinas.com.br
www.acicampinas.com.br
T.: (19) 2104.9222

Parceiros CACB SCPC SEBRAE Certisign